domingo, novembro 10, 2019

Abrindo o coração!

Já começo esse texto agradecendo a todos que se deram ao trabalho de clicar nele para ler, muito obrigada mesmo e espero que vocês estejam todos bem em suas vidas preciosas

Faz um longo tempo que me afastei de todas as minhas redes sociais, na verdade, fui aos poucos deixando de interagir com cada uma delas. Isso aconteceu a medida que meu “desamor” cresceu com as coisas que eu mais amava fazer. 


Tudo começou a quase 3 anos atrás, onde toda minha vida foi desmoronando e não tinha uma área da minha vida que não tenha sido afetada de alguma forma, eu tive problemas com meu relacionamento, família, trabalho, dinheiro, amigos e perdi pessoas que eu amava e amo que não voltam mais, pois agora são estrelas no céu. Perdi basicamente tudo em minha casa por conta de duas enchentes seguidas por causa de tempestades severas que tivemos aqui no RJ, se foram móveis, eletrodomésticos, roupas, material de trabalho, também muita coisa que havia recebido de marcas parceiras para realizar resenhas, também perdi minha penteadeira e ainda perdi a saúde por conta da água da enchente, afinal tive que enfrentar ela para salvar meus animais e o que pude de pessoal. 

Dentro desses anos, meu pai que eu não tinha contato desde dos meus 7 anos de idade apareceu através do Facebook, eu entrei em choque porque minha infância não foi de uma família feliz, mas até achei que no meio daquele turbilhão de emoções eu poderia dar uma chance
de talvez ele ser melhor do que foi na minha infância, mas ele não falou comigo, apenas olhou toda a minha vida através das redes sociais e eu fiquei esperando uma palavra dele e nada… 
até que recebi a notícia pela minha mãe (que soube por um amigo em comum) que ele havia falecido pois estava fazendo hemodiálise.
Eu achei que não fosse sentir nada, mas doeu por que eu imaginei uma nova chance para nos dois, queria resposta de tantas coisas, ele havia sido enterrado 3 dias antes de eu receber a notícia pela minha mãe (que soube tão tarde quanto eu). 

Também perdi minha avó de coração para pneumonia, que foi a pessoa que preencheu o lugar de minha vó de sangue que tinha falecido quando era bem pequena, assim como também perdi o meu avô de coração pouco tempo depois. Eu não me recuperei e não tive coragem de participar do sepultamento. 
Estou contando a vocês um pouco fora de ordem os acontecimentos, mas a única ondem certa foi o fato que cada vez mais me afundei em depressão, transtorno de ansiedade, bipolaridade, ataque de pânico, fobias, distúrbios psicólogos e físicos causados por tanto estresse, sofrimento e perdas que tive.

Eu tive dermatite atópica nervosa onde fiquei quase 5 meses com rodelas da cabeças aos pés que parecia lepra e eu evitava sair de casa o máximo que podia, pois eu estava com a pele sensível e não podia ficar muito coberta ou sentir muito calor por que só fazia piorar e também por que as pessoas tinha olhares de repulsa sobre a doença, tive distúrbios hormonais onde tive espinhas monstruosas e quase fiquei careca, muitas falhas expostas no couro cabeludo e com isso surtei e cortei meu cabelo Joãozinho.

Eu entrei com tratamentos com medição pesada, psicólogos e clínicos pois eu estava deplorável, parecia uma panela de pressão contida, mas quando explodia era o fim. Tive perda de peso grave onde os meus seios sumiram e depois tive aumento de peso drástico, eu não me encontrava em nada, até tentei voltar pro YouTube onde postei 2 ou 3 vídeos e sumi de vez de lá, por que tudo que eu fazia eu me sentia ridícula e lixo.


Então resolvi me desligar de todas as redes sociais e entrar só para ver coisas que me fariam bem, eu não queria me comunicar ou me relacionar com ninguém, queria a penas sumir para dentro de mim e também não estava preparada para lidar com comentários maldosos por mais que eles fossem pouquíssimo e mesmo tendo como maioria apenas comentários do bem, mas eram os maldosos que ficavam martelando em minha mente confirmando para o meu ser quebrado o quanto eu era nada e não podia salvar ninguém e nem trazer quem amava de volta a vida.

De alguma forma os tratamentos e o meu afastamento das redes começaram a me fazer bem, comecei a sentir uma brisa equilibrada em minha direção e as coisas a minha volta pareciam estar se acalmando, até que recebi a notícia que minha mãe estava internada, ela deu entrada com suspeita de Chikungunya, que virou uma pneumonia onde foi dado todo o tratamento para acabar com a infecção, então surgiu água nos pulmões e nada dos antibióticos funcionarem. Retiraram o líquido dos pulmões, fizeram exames mais profundos e descobriram uma massa densa no pulmão direito que já estava avançando para o esquerdo. 

Eu briguei para realizarem tudo que fosse possível, mas infelizmente o estágio era avançando e terminal, meu mundo virou uma merda total novamente, eu dei toda a força que podia para a minha mãe, fiquei ao lado dela sendo otimista, ver a mulher mais foda e forte com respirador e magrinha era o fim pra mim. Eu fiquei com a minha Mãe até o último suspiro de mãos dadas e eu nunca vou esquecer aquele momento que vi ela partindo para as estrelas. 

 Entrei choque e descrença por causa do falecimento, eu fiquei apenas no automático e até hoje nem sei bem o que disse ou fiz nos dias e semanas após a perda de minha Mãe, só vinha a mente a cena final com ela no hospital, com isso eu tomava remédio para me anestesiar todos os dias seguidos e também para conseguir lidar com tudo que vem após um falecimento. 

E mais uma vez fui para o fundo poço e tive que recomeçar tudo de novo, até nódulo peito me apareceu e mais exames a fazer. Eu sei que é grande esse texto, mas acreditem eu contei bem peneirado tudo que passei, mas espero que vocês entendam que o mais importante é termos o nosso tempo de recuperação e não se force a nada, não desista de você, se agarre em pequenos pontos de luz de coisas que brilhem em seu coração e lute por isso… Eu desisti de mim 2 vezes nesses últimos anos, se lá no meu fundo de poço eu não tivesse me agarrado no ponto de luz sem pensar “e se” eu não estaria aqui contando um pouco de minha história. 
Eu me tratei em hospital particular, pelos SUS e também com terapias alternativas… Sim, existe Socorro pra você assim como eu tive. 

Eu gostaria de pedir desculpas as minhas amigas e seguidores pela minha ausência e pelo fato de não ter contado pra vocês antes os meus problemas, também tenho que pedir desculpas as várias marcas que me enviaram seus produtos para serem resenhados em minhas redes e eu não consegui e não sei se vou consegui, pois perdi várias caixas de produtos que recebi nas enchentes.

Agradeço uma marca específica Anita Cosméticos  que mesmo sem saber o motivo do meu sumiço continuou enviando seus produtos e você é um dos motivos para eu estar voltando para o blog e Instagram...Muito obrigado!

Por enquanto não tenho planos de voltar para o meu Canal no YouTube, mas aqui no Blog sempre vai ter posts novos, afinal foi aqui que comecei e sempre gostei de usar, paralelo ao Blog vou usar meu Instagram @jaquelinechavesoficial por que lá sei que as pessoas que me seguem são íntimas comigo e gostam do meu conteúdo e não fazem falsos comentários construtivos, diferente do YouTube que não existe stop para maldosos.

Estou feliz e  confortável em estar voltando a fazer o que sempre gostei de fazer "me comunicar" e contar minhas experiências.

Muito obrigada por lerem até aqui!

Eu só desejo todo amor a vocês❤

Um Super Beijo💋 

Jaqueline Chaves 


10 comentários:

  1. Haaaaa sua lindaaaa te desejo muita força para continuar sua jornada, te admiro mais ainda pela mulher forte q vc é n se culpe por cair o importante é levantar e vc tem feito isso de cabeça erguida ... Um bjo no seu coração e muita luz p te guiar no meio dessa escuridão ��

    ResponderExcluir
  2. Que texto lindo! Força!!! Você é incrível

    ResponderExcluir
  3. É necessário ter muita força e coragem para abrir o coração dessa forma,mostrar sua vulnerabilidade. Obrigada por esse texto lindo! Lhe desejo o melhor,em especial muuuuita saúde (emocional e física). Volte no seu tempo e nas redes que se sentir confortável. ✨❤️

    ResponderExcluir
  4. Linda, que forte você é, uma mulher vencedora! Jesus continue te erguendo! Bjos no coração!

    ResponderExcluir
  5. Jaque, sua linda! Eu me emocionei lendo os posts. Passei por algo similar na questão da depressão, perda de peso e o meu amado avô faleceu ano passado. Isso me afetou muito precisei mudar para outra cidade caso contrário eu não estaria aqui pra comentar o seu blog. Desejo que você se sinta melhor e que Deus lhe fortaleça todos os dias pra continuar essa caminhada. Abraço apertado.😘

    ResponderExcluir
  6. Amiga querida, que bom ter vc de volta!!������
    Não é fácil, querida...
    Mas estarei aqui, no Instagram e no yt tbem, qdo vc quiser...juntas seremos mais fortes!!
    Beijo carinhoso!!⚘��

    ResponderExcluir
  7. Ah que bom que vai voltar. Olha infelizmente faz parte da vida essas perdas mas o.mais importante é viver por você e por seus entes queridos que foram afinal você está viva por eles, então viva a sua vida feliz tenha certeza que eles saberão e sentirão cada momento de felicidade que você tiver.😁💝

    ResponderExcluir
  8. Esses dias te procurei no insta e no youtube, mas não tinha nenhuma atualização.
    Senti sua falta, não te conheço pessoalmente, mas sempre acompanhei seu trabalho.
    Sempre te admirei, admiro mais ainda agora.
    Força guerreira, Deus é contigo e nós também!

    ResponderExcluir
  9. Nossa, não tem nem como se por no teu lugar, quanta coisa se passou. Espero do fundo do meu coração que tu se recupere de tudo isso, que Deus te dê força pra seguir em frente e te ilumine pra que nenhum mal chegue à ti. Beijos e aguardo tua volta no insta!

    ResponderExcluir